Inscrições abertas para o 6º Curso de Cinema Digital

           

Vídeo produzido por alunos do curso

 O ensino da Sétima Arte ganha cada vez mais espaço na Câmera Viajante – Escola de Fotografia e Cinema. Na próxima terça-feira, 13, inicia o 6º Curso de Cinema Digital, que em três módulos ensina aspectos como a operação de câmera, produção de roteiro e fotografia. Além das técnicas cinematográficas, os professores atuam em constante interação com os alunos, em debates sobre a nova cultura de um cinema que pode ser realizado com recursos simples, como uma câmera digital.

“Registrar o cotidiano, as viagens e todas as experiências possíveis”, resume Tiemy Saito, uma das professoras, ao falar da proposta do curso. Saito é graduada em Realização Audiovisual e integra a equipe composta pelo Alan Mendonça e por Rogério Brasil Ferrari, coordenador do curso. Com formações diferentes, o trio oferece subsídios de áreas distintas para o pensar e fazer cinema. Mendonça é mestre em Ciência da Informação e com experiência na área de direção de fotografia, adquiriu conhecimentos para começar a trabalhar também como diretor. Já Ferrari, é reconhecido roteirista e diretor do cinema gaúcho, tendo participação em projetos de repercussão nacional como Neto Perde Sua Alma, premiado longa-metragem que ganhou quatro kikitos no Festival de Cinema de Gramado.

A sexta edição do curso é o reflexo do sucesso que vem obtendo o ensino de cinema em uma escola tradicionalmente voltada a fotografia, como a Câmera Viajante. A escolha pela qualidade da educação, com turmas reduzidas atrai o público. Segundo o coordenador da Câmera Viajante, Rogério do Amaral Ribeiro, a maior procura é dos adolescentes. “São aficionados por cinema, que querem fazer suas próprias experiências”, conta.

O curso tem carga horária de 10h e será realizado entre os  13, 15, 22, 27 e 29 de setembro, das 10h às 12h. O investimento é de R$ 250,00, com a taxa de matrícula já inclusa, e as inscrições podem ser realizadas pelos telefones (51) 3012-0421 e 3028-0421.  Para participar o aluno deverá possuir uma câmera digital de fotografia (com função de filmagem) ou filmadora digital e notebook para as aulas de edição.

 CINE MARABÁ

Outra opção para quem gosta de cinema é o Cine Marabá. O espaço voltado à discussão do cinema é uma homenagem da Câmera Viajante a uma das mais tradicionais salas de exibição dos anos 70 em Porto Alegre e promove debates sobre o gênero. A próxima atividade será o filme O Mar do Poeta, de Alan Mendonça, com data a ser programada. 

Cientistas fazem fotografia rara de coroa solar

Cientistas fazem fotografia inédita de coroa solar em 2010.

Imagens raras de uma coroa solar – plasma luminoso que envolve o sol e possui uma temperatura ao redor dos dois milhões de graus celsius – foram capturadas por cientistas checos. As coronas são visíveis apenas durante eclipses totais do sol.

As fotos foram tiradas durante um eclipse visto das Ihas Marshall, próximo a Papua Nova Guiné, no Oceano Pacífico. Apesar de luminosa e das altas temperaturas, a coroa produz muito pouca luz, o que faz com que só possa ser vista quando é “iluminada” por um eclipse – quando a radiação do sol é parcialmente bloqueada pela passagem da lua.

As fotos foram tiradas pelo professor Miloslav Druckmuller, da Universidade de Tecnologia de Brno, na República Checa. As imagens vão ajudar os cientistas a estudarem mudanças na composição do plasma que compõe a corona.

Apesar das dificuldades em registrar o momento, o professor garante que o trabalho valeu a pena. “Mesmo que a razão dessas fotos seja a ciência, o resultado mostra uma enorme beleza da natureza. A expedição em si é terrivelmente estressante. Um erro estúpido, como apertar o botão errado, e tudo está destruído”, conta Druckmuller.

O trabalho dos cientistas checos continua no próximo eclipse solar, em julho.

Fonte: Veja.com – 10 de março de 2010 (http://veja.abril.com.br/noticia/ciencia-tecnologia/cientistas-fotografam-corona-solar-539310.shtml)

E pensar que foi a necessidade de se observar eclipses como essa que provocou o surgimento da câmara escura, base para a construção das câmeras fotográficas…

postado pela professora Isabella Carnevalle