SARAU DE FOTOGRAFIA DIA 19.06

SARAU DE FOTOGRAFIA dia  19.06 – terça – 20h

Local: Café Fnac – Barra Shopping  Sul – Porto legre – RS

Convidados:  Tadeu Vilani e Jorge Aguiar

Tema: Umbu – Fotografia Documental

Entrada franca.

Karla Nyland, tem o prazer de receber os fotógrafos TADEU VILANI (fotojornalista da ZH) e JORGE AGUIAR (fotodocumentarista) para um bate papo sobre o projeto Umbu. O belo trabalho de fotografia documental nos insere no contexto da comunidade chamada UMBU. Abaixo a apresentação do projeto e algumas imagens.

Você é nosso convidado!

                        “UMBU”

O Projeto  Fotográfico UMBU, realizado pelos fotógrafos Jorge Aguiar e Tadeu Vilani, reconhecidos por seus trabalhos, tendo sido premiados : VI Bienal Europa 83, Instituto Cultural Judaico MARC CHAGALL Salão nacional de fotografia-Racismo e discriminação e prêmio Direitos Humanos UNESCO,  Prêmio Prix Photo Web Aliança Francesa,Prêmio Leica-Fotografe e Prêmio Fundação Conrad Wessel.

O Projeto Fotográfico UMBU é um registro dos moradores de um bairro que se constituiu a partir da ocupação de um grupo de pessoas em busca de moradia. Umbu é hoje um bairro na cidade de Alvorada, com uma diversidade de sujeitos que, apesar de inúmeros problemas envolvendo violência, drogas, ausência de políticas públicas sente-se bem morando ali, pois, na prática, é o local de referência de vida e que gera a forma como se comunicam e se relacionam dentro deste contexto.

O processo foi sendo construído a partir da análise em que hoje vivem esses que no passado eram “ocupantes” e hoje são moradores, registrando o cotidiano neste espaço conquistado.  A síntese desta interação acabou resultando na forma como esses se revelaram para as câmaras. Foram encontros prazerosos de aprendizagem, respeito e autoconhecimento.

Com as máquinas e lentes fotográficas, e o olhar aguçado dos fotógrafos para os contrastes sociais como forma de aprendizado, percorreram, de janeiro a maio de 2011, as ruas, becos e casas captando mais de mil imagens das cenas dos moradores e fotografando o seu cotidiano em imagens monocromáticas. A escolha por este tipo de imagens deu-se pelo fato de a essência da foto preto e branco ser o contraste e o tom, sendo uma das formas mais fascinante e inspiradora, expressando sentimentos e sensações.

Não só retratar os contrastes sociais foi o que moveu o ato de criação, mas o tom que os moradores dão ao seu cotidiano, captado nessas imagens pelos espectadores. Imagens essas que são afixadas em 40 carcaças plásticas de aparelhos de televisores velhos encontrados nos lixões. A utilização dessas carcaças de TVs tem como objetivo contrastar o que passa nas telinhas com o que acontece diariamente com as pessoas no Umbu, mesmo para aqueles que, ainda nos dias de hoje, não possuem uma televisão  em suas casas.

Foto documental Umbu de Tadeu Vilani

Foto documental de Jorge Aguiar


Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s