Viajantes da Câmera 1

A Câmera Viajante abre espaço para os Viajantes da Câmera contarem histórias de viagens pelo mundo. Nossa primeira convidada é  NinaBeth Muccillo, que está em Roma, na Itália.

“Em Roma, caminhando pelo Trem Metropolitano-Lido Ostia, no metrô Linha B, me chamou a  atenção um cartaz sobre a Mostra Fotográfica de Steve McCurry. A fotografia era a imagem mundialmente conhecida de “Sharbat Gula in un campo profugi no Pakistan,1984”. Com o mapa na mão, e perguntando as direções, cheguei  Vechio Matadoro  (Um antigo matadouro de gado) onde agora está o Museu Macro Testaccio.

O local amplo era significativo e combinava para que eu pudesse realizar um dos meus projetos de viagem: conhecimento, registros e significados simbólicos.

A fotografia de Sharbat Gula estava por todos os lugares. Uma ante sala com apresentação da Exposição conduzia a um lugar agradável com cadeiras em forma de  palma das mãos, onde era projetada breve historia da vida do  fotografo Steve McCurry,  suas viagens , o inicio da Kodak e a historia de filmes.

Após haviam setas e caminhos até um ambiente espaçoso, onde haviam globos imensos  de um material acrílicos envoltos em  fundo preto, onde fotografias gigantescas em grande formato flutuavam e a sensação era de que você entrava dentro do mundo. Em média, de 4 a 10 fotos estavam dentro das esferas. Ao acompanhar as fotos de passagens em estradas, corredores, pontes, você transitava de um mundo para o outro.

A exposição denominada Steve McCurry Viaggio Intorno All”Uomo, Viagem em torno do Homem, em uma tradução apropriada. E esta tradução é muito significativa, era como se estar entorno do Homem, no mundo com a presença do homem. Eram Retratos, Natureza, Fotojornalismo, sempre com a presença do Homem, em composições extraordinárias,  multidões, expressões, o colorido forte, marcante e algo que impressiona pelo seu significado. Transmitindo uma magnitude que me deixou muito  feliz.

Em uma entrevista a Mariana Conti o fotografo conta o segredo de uma boa fotografia e resume o espírito de tudo o que senti: “Non so se lo chiamerei un segreto: una fotografia é buona quando parla a abi la guarda,quando transmite emozione,quando racconta una storia da condividere ha la capacità di mettere le persone in contato tra loro. Una buona foto,credo, ci porta a qualche parte.Non si trata di colore a composisione,ma di vita e condivisione.”

Nina Beth Muccillo,

Roma, 06 de janeiro de 2012

Anúncios

2 comentários sobre “Viajantes da Câmera 1

  1. Excelente relato da fotógrafa e amiga Nina, numa oportunidade realmente fantástica. Imaginem poder fazer uma imersão de tal porto no universo fotográfico do grande Steve MacCurry! Uma loucura!

    Excelente a iniciativa da Câmera Viajante ao oportunizar o compartilhamento de nossas impressões de viagens e outras experiências envolvendo Fotografia. Parabéns!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s